Com muita perplexidade tive conhecimento, através da imprensa, bem como das redes sociais, do fato ocorrido na última segunda-feira (14) durante a convenção do partido REDE SUSTENTABILIDADE, na qual a Vereadora Vania Resende teve seu direito a manifestação cerceado em um claro e evidente abuso por parte da comissão provisória.

Hoje, dia 15 de setembro é dia internacional da DEMOCRACIA e vemos mais uma vez uma mulher tendo seu direito político violado, em um cenário nacional no qual 51% dos eleitores são mulheres, mas que apenas 17% das vagas são ocupadas por elas.

A Vereadora Vânia Resende (REDE) que sempre foi fiel ao atual prefeito, viu neste momento em que mais precisava, ser traída pelo seu partido que faz parte da coligação do atual prefeito, o qual não envidou esforços para que isso não acontecesse.

Vânia foi impedida de ser candidata, numa trama sórdida, bem planejada e maldosa, tendo isso como preço por ter se mantido ao lado desse grupo político, o qual é guiado pelo prefeito, mas que privilegia poucos.

Minha total solidariedade a colega vereadora e meu apoio neste momento, que ela possa buscar seus direitos na justiça, me coloco a disposição e a minha equipe, caso necessário e não aceitaremos que mais uma mulher seja amordaçada na política, vivemos em um Estado Democrático de direito e ações arbitrarias como está não podem prevalecer.

 

Teófilo Otoni, 15 de setembro de 2020

 

Vereador Taquim da Sucam